segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

A Virtude pode ser ensinada? - Bola de Neve Niterói 26/01/2014



Mateus 7.16-23

"Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai- vos de mim, os que praticais a iniquidade".

Em grego, a palavra "fruto" é Karpós, e se relaciona a airo, termo que origina a palavra areté, que significa "virtude". E a virtude está diretamente relaciona a um tipo de conduta.

1- Qual é o problema da conduta? O que torna a conduta problemática?

2- Por que não podemos resolver o problema da conduta da seguinte maneira: vamos agir da seguinte maneira, maximizando os prazeres do momento; minimizando o sofrimento; buscando o benefício pessoal; fugindo de encrencas; e garantindo que, ao final do dia, as coisas foram melhores para nós do que para qualquer outra pessoa?

3- Outro poderia dizer que a solução para o problema da conduta é o seguinte: encontrar uma comunidade que tolere as excentricidades das pessoas.

4- Por exemplo: se alguém gosta de matar seus adversários, vender drogas ou estuprar é só a pessoa arrumar um grupo que aceite esse tipo de conduta. É só ele se associar à máfia, por exemplo.

4.1 - Alex - Protagonista de "Laranja Mecânica" (Stanley Kubrick).

4.2 - Alexander- "defensor dos homens". Assim também Protágoras se julgava com seu "panton krematon metron estin antropos", ou "o homem é a medida de todas as coisas".

5- Hoje em dia ninguém quer ter outra pessoa dizendo como ela deveria viver sua vida, como deveria conduzir suas ações.

6- Essas pessoas afirmam que não existe verdade absoluta, que a moral e a ética não lidam com dados objetivos como o fazem a matemática e a geometria.

7- Bem, tal postura reflete uma posição cética e relativista diante do conhecimento. É um modo de abordar os fatos do mundo e não a única opção que existe ou a mais correta.

8- Foi diante de problemas dessa natureza que as escolas socrática e platônica tiveram que lidar.

9- Ao contrário dos sofistas, Sócrates e Platão acreditavam que existia um modo correto de viver a vida, e este modo era universal. Eles criam que existia a verdade, que havia um só Deus e que a melhor coisa que uma pessoa poderia fazer com sua vida era vivê-la de modo a preparar-se para a morte, quando suas ações seriam usadas como parâmetro para sua jornada no pós vida.

10- Alguma semelhança com outro personagem famoso?

11- Há um diálogo muito interessante de Platão em que ele aborda essa questão da conduta: Protágoras.

12- Hipócrates acordando Sócrates: Protágoras está na cidade, "ele responderá todas as nossas perguntas".

13- Esse é o melhor incentivo que Sócrates precisava para levantar da cama.

14- Sócrates faz um tipo de reverência escarnecedora ao sofista Protágoras.

15- Sócrates segue com muita cautela, pois ele sabe que está diante de uma das maiores inteligências do mundo grego.

16- Sócrates escapa dos intrincados argumentos sofísticos, imprimindo seu método dialético: ele faz as perguntas e desenvolve os raciocínios.

17- Se Hipócrates quisesse ser um mestre na medicina, com quem ele deveria estudar? Com os da Escola de Esculápio.

17- Se quisesse ser um excelente escultor? Deveria estudar com Phídias.

18- E em que área Hipócrates deveria querer ser excelente se quisesse estudar com Protágoras? Em virtude (Areté, excelência moral).

19- Sócrates: mas pode a virtude ser ensinada? O que pode ser ensinado?

20- Sócrates pergunta: a virtude é uma coleção de qualidades ou é uma coisa única.

21- É possível um homem ser virtuoso de manhã e à noite ser um monstro?

22- Ninguém pensa na virtude assim.

23- O virtuoso parece ser alguém cujas ações são guiadas por princípios universais, por uma máxima reguladora.

24-  Se o virtuoso é alguém que segue um princípio universal, este princípio não pode ser aprendido pelos sentidos, pois somente permitem acesso ao particular e não ao universal.

25- Geralmente, ensinamos através da visão: isso é uma cadeira, isso é um armário, isso é uma árvore.

26- O problema é que não podemos apontar para a virtude, não podemos apontar para substantivos abstratos em si, pois eles precisam de um suporte para se manifestar.

27- Se não podemos apontar para a virtude, como poderemos ensiná-la?

28- A única maneira é apontando para um exemplo de virtude.

29- Porém, se mostrarmos um exemplo de virtude para uma pessoa que não possui o adequado conhecimento para identificá-la e apreciá-la, de nada valerá.

30- Seria semelhante a levar uma criança de um ano de idade até às Termópilas e mostrar o exemplo de Leônidas com seus trezentos, um sacrifício em favor de todo o povo, um dos maiores exemplos de coragem.

31- A criança poderia ficar animada com o brilho dos escudos e o pulo dos cavalos, mas nada entenderia da virtude daquele exemplo.

32- O conhecimento precede o aprendizado de um exemplo de virtude.

33- Para aprender sobre o que é virtude a partir do exemplo de Jesus, faz-se necessário um conhecimento prévio.

34- Esse conhecimento consiste em entender o que Jesus pensa sobre o que é uma vida virtuosa.

35- Como lemos em Mateus 7, aos olhos de Jesus, uma vida virtuosa é aquela que produz frutos.

36- O que são os frutos?

37- FRUTO - Karpós, que vem de um verbo, harpazo, que significa "ser analisado, escolhido e arrancado ou arrebatado".

"Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou (herpasen) a Filipe, não o vendo mais o eunuco" (Atos 8.39).

"Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos, foi arrebatado (harpagenta) até ao terceiro céu" (2 Coríntios 12.2).

38- Karpós (fruto) se relaciona a airo, que significa “levantar” ou “tomar”:

"Tomai (arate) sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma" (Mateus 11.29).

39- AMOR- Em hebraico, 'ahav, relacionado a 'ohad ("estar unido") e yahav ("entregar").

"Não há amor maior do que este: o dar a vida pelos seus amigos".

"Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna".

40- ALEGRIA - O homem que está verdadeiramente em união (‘achad) com Deus possui alegria (chadah) porque tem a força de uma espada afiada (chadad). Em hebraico, os termos “união” (‘achad) e “afiado” (chadad) estão relacionados.

41- PAZ- Shalom - “Estar completo” (shalam), “ter autoridade” (shaliysh), “ter primazia” (shilshom), “pagamento” ou “recompensa” (shillum).

3 comentários:

  1. Muito bom entender mais um pouco sobre a vontade de Deus para a nossa vida. Sobre como podemos agrada-lo através do ensinamento de condulta que Ele deixou para nossa salvação, não pelas obras para que ninguém se glorie, como está escrito. Que Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  2. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
    é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita.
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido
    também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir